Ataques virtuais, como evitar em minha empresa?

Durante os últimos dias, várias empresas foram atacadas por um tipo de vírus que criptografa todos os dados que estão armazenados no computador que foi infectado e nos dispositivos e pastas da rede que estes computadores/usuários tem acesso. Além do ataque, a precaução de administradores tem causado a indisponibilidade de vários sites e sistemas.

Vale destacar que há alguns boatos não confirmados, mas de inicio sabemos o seguinte:

–  O ataque é causado por um Ransonware (software que criptografa arquivos em servidores e estações de trabalho) pedindo em seguida um pagamento para recuperar os dados

–  Boatos informam que o ataque é feito explorando uma vulnerabilidade do Windows (divulgada nos últimos dias)

O fato é que este ou outros tipos de ataques são causados explorando alguns fatores:

– Falta de orientação e informação aos usuários que clicam em links, ou navegam em sites com conteúdo não seguro.

– Falta de antivírus atualizados nas estações de trabalho.

No caso de empresas, as principais soluções do mercado oferecem um painel para acompanhar a situação geral e de cada estação. Ou você acha que seu funcionário que teve o computador infectado enquanto procurava um link para ver um jogo na Europa durante o horário de expediente vai te avisar que pegou vírus?

– Uso de softwares desatualizados.

É comum encontrar usuários e empresas utilizando Windows XP (não tem suporte a mais de 3 anos). A fabricante Microsoft não fornece atualizações e correções para estes sistemas que foram desenvolvidos com tecnologia de mais de 15 anos atrás.  Em casos como o dos últimos dias, como corrigir falhas sem ter a correção? E como se certificar que sua empresa esta segura?

– Uso de softwares piratas

Os fabricantes fornecem atualizações e correções on line, como conseguir manter seus sistemas atualizados utilizando softwares piratas?

– Uso de soluções de segurança como firewalls e filtros de conteúdos

Estes dispositivos filtram o que chega a sua empresa, evitando que o usuário receba conteúdo que pode infectar o computador e ser um ponto de distribuição de vírus ou que compacte todo o conteúdo compartilhado na rede da empresa.

– Restrições de acesso

Politicas que impedem ou limitam o acesso apenas aos conteúdos que o usuário realmente precisa, fazem com que o problema seja minimizado.

– Politicas de Backup

Uma vez infectado, só voltando o backup, por isso uma política de backup bem desenhada pode fazer a diferença.

 

Em caso de dúvida, entre em contato conosco

RSS
Envia por e-mail
Facebook
Facebook
Twitter
Visit Us
SHARE
Pinterest