Como o design impacta a taxa de conversão de uma página?

Uma das mais poderosas ferramentas para a otimização da taxa de conversão de uma página é seu design. Isso mesmo! É claro que estratégias de SEO, palavras-chave e excelentes conteúdos também são muito importantes, mas é o design que faz tudo isso funcionar — além de facilitar o caminho para o usuário ter acesso ao que você preparou para ele.

Pensando nisso, no post de hoje, mostramos como o design pode impactar a taxa de conversão de uma página e como evitar alguns erros comuns nesse processo. Vamos lá?

Como o design ajuda na taxa de conversão de uma página

Normalmente, o designer procura construir um layout que faça com que o site seja bonito, criativo e funcional. Entretanto, ele nunca deve esquecer-se de que o objetivo de uma página também é a conversão, ou seja, o usuário deve seguir o caminho proposto a ele pela empresa.

Você conhece aquela máxima de que “uma imagem vale mais do que mil palavras”, não é mesmo? Pois é esse princípio que faz com que o design seja tão importe na taxa de conversão de uma página. Você pode gastar mil palavras para ensinar um usuário a navegar no seu site ou tentar convencê-lo a assinar sua newsletter, mas esse conteúdo valerá pouco se, por exemplo, o site usar uma paleta de cores que torna a leitura incômoda e difícil.

Os principais erros de design que você deve evitar

OK, já entendemos que o design é uma das principais táticas para aumentar a taxa de conversão de uma página. Afinal, é o visual e a construção do site que, a princípio, podem atrair o usuário e direcioná-lo para a ação desejada.

Mas como garantir que o design do seu site seja eficaz? Alguns erros são comuns e muito prejudiciais nesse sentido. A seguir, saiba quais são eles e como evitá-los:

Encher a tela de conteúdo

O conteúdo de uma página é importante para chamar a atenção do seu leitor, e construir um artigo épico sobre um assunto relevante pode ser uma excelente ideia. Entretanto, em termos de design, menos é mais!

Se alguém entra em seu site e vê um chamado para conversão na homepage (como, por exemplo, o link para baixar um aplicativo), mas também encontra outros dez posts, sua atenção ficará dividida entre todas essas possibilidades. Não é uma boa ideia encher sua tela de conteúdo. Se você tiver um determinado objetivo, faça com que a atenção da pessoa se volte para ele.

Não evidenciar o principal

Uma dica de ouro para quem quer trabalhar com conversão e design: sites são feitos para converter. Fim de papo, concorda? Portanto, um site que não converte não está cumprindo o seu papel. Seja qual for seu objetivo — baixar um aplicativo, criar uma lista de e-mails, direcionar o público pelo funil de vendas, etc. —, seu site deve conseguir fazer isso bem.

E, para converter, você deve evidenciar o principal. Se seu foco for um aplicativo, por exemplo, ele tem que estar em destaque, com letras garrafais e uma grande imagem. Se o principal for uma lista de e-mails, então é ela que tem que ser o foco, e assim por diante. Se você não mostrar para o usuário o que deseja que ele faça, ele não tomará nenhuma atitude, pois nem saberá que tem uma ação a tomar!

Não focar no usuário

Um erro clássico de design é não focar em quem importa: o usuário! Obviamente, a maioria dos usuários de internet não é formada em design. Portanto, por mais bonito ou inovador que um site possa ser, ele ainda deve ser acessível para o usuário padrão. Claro que não devemos nivelar as coisas por baixo, mas os sites comerciais precisam ser funcionais.

Viu como o design pode ser a chave para aumentar a taxa de conversão de uma página? Por isso, é sempre bom ficar de olho no profissional que irá trabalhar em sua página, pois os fatores citados aqui são cruciais para dar mais autoridade para sua empresa e para oferecer uma experiência agradável e completa ao usuário.

Tem outras dúvidas ou sugestões? Como anda o site da sua empresa? Deixe seu comentário e entre para a conversa!

RSS
Envia por e-mail
Facebook
Facebook
Twitter
Visit Us
SHARE
Pinterest