Experiência de Consumo e Marketing Digital: entenda essa relação

O mercado atual tem passado por muitas mudanças que têm refletido diretamente na experiência de consumo. Estamos diante de um novo público, mais analítico, mais crítico, ávido por inovações e que busca, constantemente, uma maior interação com as marcas que estão abertas ao diálogo.

É uma geração de consumidores que está conectada à internet onde quer que estejam. Atualmente, os consumidores fazem pesquisas no Google para saberem mais informações sobre produtos e empresas, navegando nas redes sociais em busca de experiências de outros consumidores.

Diante disso, vemos a importância das transformações e dos novos conceitos de experiência de consumo. Confira as novas tendências do marketing digital para atrair e envolver este novo público.

Inbound Marketing e as novas estratégias para se relacionar com o público

Inbound Marketing, também chamado de “novo marketing”, é uma estratégia que tem por base a criação e o compartilhamento de conteúdo com o objetivo de atrair, fidelizar e converter potenciais clientes.

Diante de consumidores tão ávidos por uma experiência de consumo e por informações do que pretendem adquirir e sobre as empresas que o fornecem, o Inbound Marketing veio para atender a essa demanda.

Ao contrário do Outbound Marketing (Marketing Tradicional), que é uma via de mão única, com mensagens diretas que não permitem interação, no Inbound a intenção é estimular o diálogo e o relacionamento. Para isso, há duas principais estratégias a serem utilizadas: a criação de personas e o funil de vendas.

Criação de Personas

O conceito de Buyer Personas, desenvolvido pelo programador Alan Cooper, tem com finalidade construir um personagem semifictício que represente o potencial cliente com definições mais amplas que as de público-alvo, mas que explore o comportamento, as necessidades, os desejos e os desafios do público.

Funil de Vendas

Esta estratégia visa produzir conteúdo que atraia um público que tenha interesse pelo que você oferece e o encaminhe a todas as etapas do funil como que filtrando este público e mantendo aqueles que realmente têm intenção de compra. Isso é feito, principalmente, por produção de conteúdo qualificado e relevante e automação de e-mail marketing.

Marketing de experiência e o client-share

O marketing de experiência é algo novo, mas que muitas marcas já colocam em prática, às vezes, sem saberem o que estão proporcionando.

O conceito se consolidou quando as organizações passaram a compreender melhor a importância e necessidade do client-share, que é o olhar e a análise de cada cliente da sua empresa como um ser único, entendendo a relevância dele individualmente, bem como sua experiência e opinião sobre um produto e serviço para melhorar qualitativamente a marca como um todo.

Imagine o seguinte: você já reclamou de algum serviço ou produto adquirido? Essa é uma experiência negativa. E quantas vezes elogiou algo que gostou muito em uma empresa? Essa é uma experiência positiva. São essas percepções que geram valor a uma marca e que aumentam as possibilidades de vendas.

Ações para gerar uma experiência de consumo positiva

Conteúdo e informação relevantes

Anúncios já não produzem o mesmo efeito nos consumidores como antes, eles podem ser atraídos inicialmente, mas costumam buscar mais informações sobre o produto e a marca. Produza conteúdo de qualidade e relevante, que converse com a persona e mostre o que você tem e que pode ajudá-la no que ela precisa.

Criação de conexões emocionais

Há uma frase que profissionais de marketing costumam dizer: não é o que você diz, mas a forma como diz. Ou seja, a atração de novos clientes não está baseada na informação propriamente dita, mas na forma como ela é passada ao público.

Lembra-se daquela propaganda do Itaú que tinha um bebê que dava gargalhadas quando um papel era rasgado? Aquela propaganda não dizia diretamente a mensagem que a empresa queria passar, mas por um apelo emocional, chamou a atenção de todos. E é justamente essa a intenção da experiência de consumo na web: fazer o usuário se sentir confortável diante de um produto.

Ainda podemos falar muito sobre experiência de consumo. Se quiser saber mais sobre o assunto, deixe seu comentário no post com suas dúvidas e opiniões!

RSS
Envia por e-mail
Facebook
Facebook
Twitter
Visit Us
SHARE
Pinterest